terça-feira, 23 de julho de 2019

BNCC: Qual o lugar do aluno na definição de um currículo?

Por Caio Lo Bianco* Foi homologada recentemente a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), importante documento que servirá como norteador dos currículos de escolas públicas e privadas do País. Os profissionais de educação sabem que a palavra “currículo” é uma das mais utilizadas por pesquisadores da área e também no cotidiano da escola. Mas o que, de fato, seria um currículo? O conceito

Timo, a chave da energia vital

Por Sônia Hirsch* No meio do peito, bem atrás do osso onde a gente toca quando diz Eu, fica uma pequena glândula chamada timo. Seu nome em grego, thymos, significa energia vital. Precisa dizer mais? Precisa, porque o timo continua sendo um ilustre desconhecido. Ele cresce quando estamos contentes, encolhe pela metade quando nos estressamos e mais ainda se adoecemos. Esta característica iludiu

MIMO Festival Amarante anuncia programação em Portugal

Por Rita Fernandes* De 20 a 22 de julho, a cidade de Amarante será palco da terceira edição internacional do MIMO Festival. O evento multicultural, que nasceu no Brasil há 15 anos, anunciou recentemente sua programação em Portugal. Serão 53 atividades gratuitas, entre música, cinema, programa educativo e infantil, fórum de ideias, roteiro cultural, chuva de poesia e uma exposição inédita

Exposição Sobrevoo: esculturas a partir de aviões desconstruídos, no Centro Cultural dos Correios

Por Rita Fernandes*   São 20 obras de médias e grandes dimensões a partir de aviões desconstruídos e transformados em esculturas. A exposição individual Sobrevoo, composta de esculturas e assemblages (colagens com objetos e materiais tridimensionais), do artista paulista Marcos Amaro, está em cartaz, com entrada gratuita, até 24 de junho no

Reflexão sobre o papel do educador

Por Elisabete da Cruz*   Ainda estamos engatinhando para o verdadeiro sentido da palavra educação Aprendemos a falar e aprendemos a silenciar. Aprendemos a multiplicar, mas também a dividir Aprendemos a sorrir e a chorar A se desculpar e a voltar a errar A se orgulhar e a ter orgulho! Aprendemos a descobrir todos os dias um modo de viver melhor. As datas são marcos importantes para refletirmos,

Facilitar convívio com a família é a melhor política contra a violência

Por Marcelo Biar* O Brasil avança na política errada do encarceramento em massa, andando de mãos dadas com a negação de direitos. Já somos a terceira nação com maior número de pessoas privadas de liberdade e, só no Rio de Janeiro, já temos mais de 60 mil presos. Cada um destes toca um núcleo familiar que tem um vazio na mesa do jantar. Agrava este quadro o fato dos presos não serem de