quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Carta de um sertanejo para o Rio de Janeiro

Caro Rio de Janeiro, sei que não é nada fácil. Afinal de contas, você foi capital federal por quase 200 anos, está acostumado a ser o “farol cultural” do Brasil, sempre lançou modas e consolidou tendências. Além disso, é berço dos dois gêneros musicais que são exportados pra todo o mundo

Cartola e Beth Carvalho se encontram na Praça Tiradentes

Dois dos maiores nomes da nossa música estão se encontrando todos os fins de semana na Praça Tiradentes: Cartola e Beth Carvalho. Infelizmente, esse encontro não é um daqueles pra valer, como quando a jovem Beth subiu a Mangueira para ir ao “barraco” do compositor pedir músicas e ele mostrou

Poesia em azul e branco

A Portela encerrou seu jejum de 33 anos sem ganhar o carnaval do Rio, ao conquistar o título de 2017, com o enredo “Quem nunca sentiu o corpo arrepiar ao ver esse rio passar”. A seca era maior ainda se pensarmos que em 1970 foi a última vez que a Azul e Branco levantou o caneco sozinha. Mas como

Entrevista com Heitorzinho dos Prazeres

Único homem, de uma família com mais cinco irmãs, Heitor dos Prazeres Filho nasceu da união entre o velho Heitor dos Prazeres e a pastora Nativa. Dando continuidade à carreira artística do pai, "Heitorzinho" é cantor, compositor, sambista e pintor. Aos 74 anos, o entrevistado da segunda

Constelação de poetas na Sapucaí

A história do carnaval, como de toda manifestação popular, é de uma eterna negociação simbólica com a sociedade à sua volta. As escolas de samba aceitam incorporar alguns elementos exteriores ao seu dia a dia, desde que outros valores essenciais sejam mantidos. Foi assim que vimos as baterias

Entrevista com Nei Lopes

Nei Braz Lopes, ou simplesmente Nei Lopes, é compositor de música popular, escritor e estudioso das culturas africanas, no continente de origem e na Diáspora. Nascido em 1942 no subúrbio do Rio de Janeiro, notabilizou-se como autor de sambas, principalmente pela parceria com Wilson Moreira.