quinta-feira, 21 de setembro de 2017
Esportes

O Brasil dos brasileiros

Olá, pessoal! Na coluna de junho, eu disse que a seleção brasileira de futebol tinha um "sobrenome", vocês lembram? As pessoas costumam dizer "a seleção brasileira de Neymar", mas eu disse (e reafirmo) que o "sobrenome" da seleção é "de Tite". Quem concorda comigo? Aposto que muitos de vocês. Talvez seja até impossível existir alguém que não tenha se tornado fã desse brilhante treinador. Quase um mágico, pois conseguiu criar uma família em um ambiente cheio de egos e vaidades. E o Tite não teve só este grande feito. Há anos e anos, o Brasil não é mais o país do futebol. Aliás, faz muito tempo que não somos mais conhecidos assim, e Tite tem resgatado essa esperança em nós, brasileiros, que enfrentamos tanto desgosto e tanta decepção, principalmente, na política. Faltam apenas duas convocações para conhecermos o time, digamos, oficial do Brasil. "Que a seleção brasileira de Tite" seja o retorno do "Brasil do futebol". A era Tite vai, sim, trazer de volta a nossa faixa de "país do futebol". E não é só neste esporte que o Brasil tem mostrado tanto poder! Ganhamos o título também de "país do surfe"! Filipe Toledo, o nosso Filipinho, e Silvana Lima, a única brasileira na elite feminina, sagraram-se campeões em Trestles, na Califórnia. E foi mais do que uma simples vitória. Eles são os primeiros brasileiros a vencer em Trestles, na elite, minha gente. Ou seja, mais um motivo para comemorar. Nesse mesmo local, surgiu, em 2011, o apelido "Brazilian Storm" (tempestade brasileira) para grandes talentos do surfe. E eles só estão confirmando a veracidade deste apelido. Agora, vou falar de um campeonato sobre o qual eu nunca abordei aqui n'O Quinze: a série B1 do Campeonato Carioca. Sou repórter da America WebTV/TVLive Esporte e estou há meses acompanhando a saga…

Vem jogar no Quinze!

Olá, pessoal! Mais uma vez, estou aqui para falar com vocês sobre esporte! Nesse mês, não consigo destacar nada! Nada, mesmo! Por quê? Simplesmente, porque foram tantos momentos lindos e marcantes, tantas coisas bacanas aconteceram, que eu quero apenas fazer um resumão para relembrarmos tudo! Ah, e quero a sua participação! Quem puder, escreve lá no comentário o fato que mais marcou para você!!! 1 - Supercopa da UEFA: Real Madrid venceu o Manchester United por 2 a 1 e foi o campeão pela segunda vez consecutiva da competição! 2 - A ida de Neymar para o PSG! Uma transferência milionária! A mais cara do futebol... Dá uma olhada! - Neymar — Barcelona para o PSG (R$ 821,6 milhões, 2017/2018) - Pogba — Juventus para o Manchester United (R$ 388,6 milhões, 2016/2017) - Bale — Tottenham para o Real Madrid (R$ 373,8 milhões, 2013/2014) 3 - O amistoso lindo entre Barcelona 5x0 Chapecoense e a volta do guerreiro Alan Rushel aos gramados, oito meses após a tragédia com o voo da Chape, em novembro do ano passado. O dinheiro arrecadado ficou para as famílias das vítimas! Ah, e foi a primeira partida do Barça sem Neymar! 4 - Gran Prix 2017, em Nanquim (China): jogaço entre Brasil 3x2 Itália na disputa pelo ouro no vôlei feminino! Jogaço aço aço! De arrepiar! Décima segunda vez que a seleção brasileira feminina de vôlei conquista esse título! 5 - A dupla brasileira Evandro e André conquistou o ouro no Mundial de Vôlei de Praia, em Viena. Eles venceram a dupla austríaca por 2 a 0 e garantiram o título! 6- Retorno rápido de Abel ao Fluminense. O treinador não quis se afastar do time e comandou a equipe no jogo entre Sport 2x2 Fluminense, três dias após a morte do filho João Pedro.…

Força, Professor!

Olá, pessoal. Gostaria de vir aqui trazer boas notícias do esporte, mas não consigo pensar em outra coisa a não ser na morte precoce de João Pedro Braga, filho do Abelão. #forçaAbel Não o conheci, mas convivi muito com o Abel nos treinos do Flu e também tive uma amizade muito bacana (apesar de rápida) com o Fábio, filho mais velho do treinador. E, quando a gente se apega a algumas pessoas, nos sentimos íntimas delas, né? Confesso que fiquei mal. Desnorteada. Não dormi bem de sábado para domingo e tive um dia estranho. Que facada no peito ver a foto do Fábio ajoelhado, segurando o irmão... Essa foto circulou na internet e abriu um buraco no meu peito. #forçaFabio Sou repórter da TV Live Esporte (o maior conteúdo esportivo da web tv) e ontem foi dia de transmissão. Cobrimos os jogos do América, que vem muito bem no segundo turno da série B1 do Campeonato Carioca. Eu sempre gosto de fazer uma 'Live' divertida nas minhas redes sociais, antes das partidas, para dizer onde estou e passar alguns detalhes do jogo. Mas ontem não consegui. Tudo estava estranho (até o América, que estava invicto há sete rodadas, perdeu). Que domingo... Muitos de vocês sabem que eu vivo numa montanha russa de emoções por causa do problema da minha mãe e da saúde frágil do meu pai. E todos me acham muito forte. Só que eu suplico a Deus para não perder as minhas joias mais preciosas, afinal, não sei o que seria de mim sem os meus guerreiros. Meu Deus, quanto egoísmo da minha parte! Na verdade, um pai é que nunca pode perder um filho. Ainda mais dessa forma! Novo, bonito, com um futuro lindo pela frente e na melhor fase da vida (disse Abel a colegas jornalistas).…

Esporte é vida

Olá, pessoal! Quem leu os meus dois últimos textos pôde perceber que o esporte nos proporciona momentos maravilhosos, não é mesmo? Só que até a página 9... Nem sempre podemos nos orgulhar por completo. E acho até que você já tem ideia do assunto de que eu escolhi falar. Quantas vezes já lemos e ouvimos a frase "Esporte é vida"? Muitas, com certeza. Mas fanatismo não é esporte e não é vida, minha gente. É morte. E das mais lamentáveis. Não me recordo de ter visto um clássico entre Vasco e Flamengo sem brigas, e isso é muito triste. São Januário presenciou um dos piores acontecimentos dos últimos tempos. Dentro de campo, foi tudo lindo. Nota 10. Aliás, dentro das quatro linhas, porque ao redor delas, só destruição. E não só destruição de objetos, mas de valores, de crenças. Todo mundo acompanhou pela mídia, claro, e eu vou me poupar dos detalhes "sórdidos". Eu só queria entender o que se passa na cabeça de um torcedor fanático... Pra que brigar? Pra que matar? Pra que deixar famílias e famílias chorando? Se o esporte é vida, torcer deveria ser saudável. Mas tem gente que cultiva tanto ódio, que perde a noção do que seja apenas torcer pelo time do coração. Eu sempre fiz cobertura de jogos e, graças a Deus, não estava nessa partida. Fiquei desesperada só de ver pela TV aquela guerra no estádio e torci muito para que tivesse um final feliz, o que não aconteceu. Agora, mudando de assunto e até de esporte, vou comentar sobre um outro acontecimento que não teve final feliz dentro das quatro linhas (porque fora foi uma linda festa, ao contrário de São Januário) e também parou na "página" 9, ou melhor, no nono título. Só que o cenário foi com-ple-ta-men-te diferente! Que…

Criança e esporte: uma combinação perfeita

Dessa vez, não vou escrever sobre a Copa Dente de Leite, da qual faço parte. Vou falar de um outro assunto que também envolve uma excelente combinação: futebol e criança! Quando alguém começa a falar sobre um projeto social, geralmente, as pessoas desconfiam da credibilidade e da veracidade dele. Certo? Pelo menos, é o meu ponto de vista. "Um projeto social é um plano ou um esforço solidário que tem como objetivo melhorar um ou mais aspectos de uma sociedade". E muitos fazem isso: se esforçam - bastante - para dar esperança e para "salvar" pessoas. Digo isso porque eu conheci um projeto e virei fã. Vou contar o porquê. Sou jornalista esportiva há 13 anos e sempre trabalhei com futebol. Tudo me levou ao futebol. Mesmo quando eu estava desempregada, lá veio ele me chamando de volta: fui convidada a ser madrinha do 'Projeto Joga Bonito Futebol Clube'. Não consegui aceitar... E até hoje eu não honrei o título! Talvez, porque eu não me sentisse preparada para assumir tamanha responsabilidade. E, do fundo do coração, não estou aqui para convencer ninguém a nada, apenas quero mostrar um trabalho tão bacana que envolve futebol e criança. Tem combinação melhor? Pra mim, não! Há sete anos, 120 crianças do Espírito Santo, entre 7 e 16 anos, fazem parte da família do 'Projeto Joga Bonito Futebol Clube'. E algumas delas entraram em clubes como Atlético Mineiro, Fluminense, Flamengo e Ponte Preta. Só que, para participar do projeto, não é tão simples, não, minha gente! As crianças precisam estudar, estudar e estudar, ter notas acima da média, além de ter um bom comportamento em campo e fora dele também. Fácil e difícil ao mesmo tempo, porque a criança precisa ter responsabilidade e comprometimento com a escola e também durante a diversão. Ou seja:…

Um junho de alegrias para o esporte

Que privilégio ser colunista de esporte e poder falar sobre momentos tão marcantes do mundo esportivo! Agradeço muito à Revista O Quinze por me dar esse espaço tão generoso! Nesse mês de junho, a primeira coisa que vem à cabeça é a vitória do Golden State Warriors, por 129 a 120, em cima dos Cleveland Cavaliers, de LeBron James! Foi o quinto título dos Warriors na NBA (o segundo em três anos) e o primeiro de Kevin Durant! Isso mesmo! O primeiríssimo título de umas das maiores estrelas do time! Ele fez 39 pontos na partida e o astro Stephen Curry ficou um pouco atrás, com 34, mas deu dez assistências! LeBron fez 41 pontos, mas... Por falar em Curry... De acordo com alguns sites de notícias, os Warriors devem renovar o contrato com o jogador por mais cinco anos. O salário? Pouco mais de R$ 600 mil reais!!! Uau! Agora, vamos de futebol! Vamos de seleção brasileira, de Neymar. Aliás, está mais para a seleção brasileira de Tite, não é? E esse "de Tite" já é quase o sobrenome da seleção... Porque o Brasil, de Tite, é um outro Brasil. E está mostrando isso cada vez mais. Tudo bem, perdeu (logo pra quem) o amistoso contra a Argentina, no dia 9 de junho, mas venceu a Austrália de goleada no último dia 13 em Melbourne. Quatro a zero, com dois de Diego Souza! E esse Brasil foi só de Tite, afinal, Neymar tirou férias (merecidas) pelo mundo na companhia da musa Bruna Marquezine. O Brasil só volta a campo, agora, no dia 31 de agosto, contra o Equador, pelas Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo da Rússia de 2018. O Brasil apenas cumpre tabela, já que foi classificado para a Copa antecipadamente. Até lá, o Brasil de Neymar,…