Edição 19

15/11/2017

ver edições anteriores

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Movimenta, Pernambuco!

Por Rita Fernandes Uma nova força sonora ecoa em Pernambuco. São sons que vêm da terra, das influências do Agreste, da Zona da Mata, das cantorias do dia a dia, carregados ao mesmo tempo de contemporaneidades temáticas e harmônicas. Se na década de 1990 o movimento da geração de Fred Zero Quatro e de Chico Science definiu uma nova cena musical com o manguebeat, hoje os jovens artistas

Almanaque do banheiro: Alô, herpes? Tchau tchau!

Só quem tem herpes sabe o inferninho que é. Tenho de vez em quando e quase sempre consigo localizar a causa. A penúltima foi um vinho que caiu mal no fim de um dia de viagem, o corpo não deu conta. Sorte que estava na casa da minha querida amiga Susana Ayres, terapeuta de múltiplos talentos, que quando soube me deu a dica perfeita: banhar o local com a fumaça da moxa, ou seja, acender o bastão

Imobilidade urbana, econômica e social no Brasil

Por Guilherme Vianna   Um debate corriqueiro em rodas de discussão é o tradeoff  entre crescimento econômico e igualdade social (entende-se que, ao se optar por elevar a produção de recursos, necessariamente sua distribuição será menos igualitária, e vice-versa). Esse pensamento possui uma aparente contradição, pois vivemos em um sistema socioeconômico baseado em trocas,

Brincar aprendendo ou aprender brincando?

Por Elisabete da Cruz*   Tudo na infância nos remete ao lúdico. Cantigas, personagens, cirandas, jogos, brincadeiras e uma infinidade de sensações inesquecíveis. É nela, na infância, que aprendemos as coisas mais importantes das nossas vidas. Mas só descobrimos isso tarde demais! A correria da vida moderna nos consome de compromissos e a infância passa pelos nossos olhos

A lógica da Reforma Trabalhista na visão de um empresário

Por Fábio Caiado*   Eu vejo esta temida Reforma Trabalhista do Governo Temer da mesma forma que vi aquele golzinho de honra contra a Alemanha nos humilhantes 1x7, a maior tragédia da recente história brasileira. Aquele golzinho me deu um fiapo de esperança, como se a seleção naquele momento dissesse “ainda estamos aqui”. A Reforma Trabalhista surge em meio à maior crise política do

As partes mimosas da natureza

Por Sonia Hirsch*   Tudo na mulher é poesia e samba-canção. Os olhos são o espelho da alma, as mãos herdamos das fadas, o sorriso transporta ao paraíso, a voz é de anjo, a pele de rosas, o corpo de sereia, tudo com infinito poder de beleza e sedução. Mas na hora de falar sobre aquelas pequenas partes tão sensíveis e delicadas não há uma linguagem poética, gentil ou sedutora